segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Os (meus) desejos para 2014

Penso que 12 desejos são pouca coisa. Felizmente gosto de passas e não me importo de comer mais que as habituais e pedir uns desejos extra. Lembrei-me agora de um ano em Sagres em que em vez de passas comi Bolachas Corintia - não foi fixe. 

Ora então, vamos começar:
Mais amor, mais saúde, mais amigos, mais sorrisos, mais sol, mais tardes de sofá, mais família, mais dinheiro, mais livros, mais cumplicidade, mais verdade, menos falsidade, mais sabedoria, mais gente feliz, mais emprego, mais sapatos, mais gargalhadas, mais piadas, mais finais felizes, mais amizade, mais música boa, mais momentos inesquecíveis, mais mimo.

Eu desejo:
  • Não estar doente no dia do concerto do Justin Timberlake.
  • Que eu, os meus pais, irmã e todas as pessoas de quem gosto tenham saúde.
  • E trabalho.
  • Ter sucesso a nível académico e profissional (e quem não quer?)
  • Que a vida dê uma volta de 180º. Mas que essa volta seja para melhor.
  • Que os bons momentos se repitam mais vezes e que os maus apareçam com menos frequência.
  • Ter um aniversário menos infeliz ... se formos ver, vou fazer 25!
  • Que o blogue cresça ainda mais e que no próximo ano por esta altura mais gente conheça o meu cantinho. Desejo ter sempre um bocadinho de mim para dar ao blogue e que as pessoas continuem a gostar da minha página.
  • Ter dinheiro. É fútil mas a verdade é que sem dinheiro ninguém pode fazer nada na vida.
  • Que os amigos de sempre se mantenham e que os novos também sejam para sempre.
  • Ser melhor pessoa. Ter melhor feitio e ser mais paciente. 
  • Muito amor. Muito mais amor.
  • Tempo. Tempo para tudo. Ou uma agenda. Também serve.
E pronto, 12 desejos. Amanhã com o embalo do champanhe já não deve ser bem isto. Uma pessoa já sabe que as borbulhas da bebida fazem um efeito simpático em todo o mundo. 

Também gostaria de ter oportunidade para desejar a queda do governo, o fim da estupidez política, abrigos para os sem-abrigo, uma família para todos os cães abandonados, que o Rúben Rua me faça um vídeo a desejar os parabéns e coragem para duas tatuagens. Gostava ainda de pedir por paz no mundo e meias novas. E gostava de ir ao Jardim Zoológico porque é fofo. Medicamentos grátis e o fim das taxas moderadoras. Póneis dourados e chupa-chupas de cereja. Que o FCP seja campeão (se não for o FCP pode ser o SCP).



Penso que, só devo voltar aqui no ano que vem, portanto, divirtam-se, comam, bebam, tenham juízo, digam tudo aquilo que sentem e sejam felizes. Bom ano pequenos pandas.

É agora que tenho de refletir, não é?

2013 foi um ano duro. Não vou dizer que foi maravilhoso porque não foi. Teve as suas coisas boas, outras muito boas, e outras muito más.
Não vos posso dizer detalhadamente tudo o que se passou, porque nem eu me lembro. Comecei o ano de pé numa cadeira, creio ter brindado com sangria e comi as passas habituais. Em janeiro terminou também o meu mandato na Associação Académica - que foi muito bom mas que bastou para mim. Logo no início do ano foi também a comemoração de um ano de muito amor (e estamos quase no segundo). Esse amor, apesar de alguns períodos de distância mantém-se tão forte como no início e acredito que daqui a muitos anos, vamos ser um casal de velhinhos amorosos (como os do Up).
A nível académico correu (quase) tudo como planeado e só tem melhorado (que janeiro seja amigo). Começado em novembro, termina em janeiro o meu curso de alemão, mas gostava de continuar a aprender mais coisas para além das que aprendo na universidade. Em Faro, este ano serviu também para ter a noção do sentido que as pessoas dão à amizade. Foi um receber de chapadas geral. Mas também serviu para poder libertar-me de pessoas que pareciam impossibilitar qualquer outra amizade. Perdi pessoas mas já não penso muito nisso. Mas a verdade é que fui compensada com pessoas que até podiam existir como "figurantes", mas que só agora consegui conhecê-las. Que no próximo ano, só os amigos verdadeiros fiquem por aqui - os outros podem ir viver no pólo sul com os pinguins.
Conheci o Quim Barreiros! Chamem-me foleira mas foi um momento bastante divertido do meu ano. A semana académica embora tenha sido se calhar a mais cansativa, foi também a mais divertida (nos dias em que fui).
Os amiguinhos de Lagos são para sempre. O meu amor por eles tem aumentado de ano para ano e o amor por aquela cidade também. O verão foi um grande amigo e o Banho 29 deste ano foi um pequeno caos na minha vida - aparentemente. Este ano consegui ir ao jantar de natal e vou fazer a passagem de ano com eles. São aqueles amigos que daqui a 20 anos ainda o vão ser. É um amor diferente de todos os outros.
O meu aniversário foi o mais infeliz de sempre. Passei-o basicamente sozinha e eu era daquelas pessoas que adorava fazer anos. Acho que perdi todo o interesse que tinha por aquele dia. Foi realmente deprimente. 
Uma das melhores coisas deste ano, foi o nascimento do Hell(n)o Candy. Faz em Março um ano e apesar de alguns altos e baixos, acho que tem corrido super bem e é um projeto que espero manter por muitos e bons anos. A verdade, é que duas das coisas boas que tenho é piada e saber escrever. Ah! E descaramento. Não gosto de escrever muito a sério por aqui porque acho que aborrece. Gosto que as pessoas acompanhem as peripécias da minha vida. Gosto que se possam rir comigo. Gosto que quem me conhece que lê pense "é mesmo a tua cara" ou "só te podia acontecer a ti". Quem me conhece sabe perfeitamente que a forma como escrevo é aquela como vivo e como falo. Quem não me conhece, encontra aqui uma mulher (acho que já o sou) que vê sempre uma piada naquilo com que lida. 

Tenho pena de não ter ido a Coimbra. Tenho pena de não ter falado mais vezes com os meus amigos de sempre. Chateio-me com a minha preguiça e com o meu mau feitio. Devia ter tido a noção de que a maioria das pessoas que me rodeavam não eram as melhores. Devia ter estudado mais. Vivido mais. Podia ter aproveitado muito mais, mas não o fiz.

Feita a reflexão, esperemos pelo próximo post que fala dos desejos para o próximo ano.

sábado, 28 de dezembro de 2013

O amigo misterioso

Após jantar e tudo o que lhe segue, vim para o sofá e antes de me agarrar ao computador, peguei no meu querido celular para ver se alguém se tinha lembrado de mim. E realmente tinha mensagens.
Vou então mostrar-vos a mensagem que se tornou digna de um post neste meu singelo blogue. 

"Meus amigos amanhã a partir das 14h se puderem acompanhem na sic o programa Portugal em Festa. Irei estar a acompanhar o artista Eduardo Santana. Beijinhos"

Eu posso estar a enterrar-me porque deveria saber quem é a pessoa. Mas a verdade é que eu não conheço o número. Não sei quem é o artista Eduardo Santana mas sei o que é o Portugal em Festa (quem não sabe). Já pensei em três ou quatro pessoas que poderão ser o/a acompanhante do Senhor Eduardo mas não vou partilhar. Não vou perguntar quem é porque é má onda. Portanto, já tenho com o que me entreter amanhã à tarde. Das duas uma: ou é engano ou isto promete.

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Ao natural

No almoço de natal, passei imenso tempo com o meu pequeno primo de 3 anos (ser a mais nova que lá estava nomeou-me como babysitter do pequeno bambi). O puto é engraçado. Partilho agora convosco o melhor momento do tempo que passei com ele.

Bambi - Tenho xixi. Tenho muito xixi.
Euzinha atrapalhada - Então ... vou chamar a tua mãe não é? É que ... eu não domino essa área e não te vou acompanhar à casa de banho de certeza. Ó Menaaa....
Bambi - Eu vou fazer na rua.
Euzinha espantada - OI?! Na rua?! Mas tu ao menos sabes ir à casa de banho sozinho? E... está frio. Não faz sentido ires à rua.
Bambi - Na rua sabe melhor.

E o pequeno bambi foi à rua fazer o seu xixi.

Antes que achem esta cena descabida, a casa dos meus tios é no campo.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

25 de Dezembro de 2013


NUNCA MAIS COMO!
Acho que ainda estou cheia do abuso natalício da noite passada. O problema de ter uma família enorme é haver sempre comida em quantidades absurdas e sobremesas a mais. Ontem fui jantar a casa dos meus tios e hoje fomos lá almoçar novamente porque ainda havia imensa comida. Estou a rebolar. Feliz, mas a rebolar.

A minha melhor amiga deste ano? 

P a n n a   c o t t a.

Não era esta mas era uma muuuito parecida.

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Rapunzel

Acho que a Rapunzel foi feita para acharmos que o nosso cabelo é verdadeiramente mau. Não tem nós, tem uma cor linda, é brilhante e comprido... queria tudo isso!


Sem dúvida um dos filmes de animação mais fofos dos últimos anos. 

Merry X-mas!


Que o Senhor Nicolau seja querido convosco e que leve um Justin Timberlake às vossas casas cheio de amor para dar.
Agora a sério, divirtam-se e aproveitei os mimos da família. Infelizmente não vou passar o Natal com a minha irmã e por isso vai ser menos giro. Como prémio de consolação, sou capaz de abusar da comida (ou da bebida).

Beijinhos e coiso!

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Rebenta a bolha!

Mãe, se me continuares a dar trinta lanches por dia e a abusar no "precisas de te alimentar", não vou conseguir entrar no comboio de regresso a Faro.

domingo, 22 de dezembro de 2013

Orfã

Acho que os meus pais aproveitaram a desculpa do "temos de ir ao supermercado porque é natal e na na na" para me abandonarem com um cão ao qual sou alérgica. Por mim, tudo bem. O que me incomoda é o facto da porta da cozinha estar aberta e eu não estar com calor suficiente para sair do meio do meu saco-cama (a minha "manta" de sofá) para ir fechá-la.

sábado, 21 de dezembro de 2013

Férias!

Este semestre passou muito depressa. O que quer dizer que quando foi para trabalhar a sério, foi muito pior.
Mas agora estou de férias a sentir-me contente porque o meu esforço foi quase todo compensado e porque vou para junto da família. Vou, mas ainda não é hoje.
Hoje, depois de dar um jeito ao quarto, de fazer a mala e de apanhar o comboio (quero ver como é que vou para a estação de comboios carregada de malas), vou para Lagos. Hoje é noite de jantar de turma. Jantar de turma com os amiguinhos do secundário. É aquela coisa de: "os amigos da escola são para sempre". E são. Pelo menos aqueles. Acho que por mais anos que passem, vamos ser sempre os amigos para sempre uns dos outros. Já lá vão 9 anos desde a primeira vez que fomos colegas e olhem que para quem tem (apenas) 24 anos, isto é muito.
Então hoje é dia de reencontro, sorrisos, amigos secretos, brindes (com sumo para mim) e muita nostalgia.

Amanhã regresso a Aljezur para matar saudades dos papás e da pequena Mia.
Espero que todos vocês tenham umas boas férias (ou pelo menos feriados) e que sejam muito felizes e mais coisas queridas no geral.


A imagem escolhida era com umas renas, mas parece-me que a devo ter apagado sem querer. Sendo assim, levam com a árvore de natal da casa do queridinho. Espero que gostem.

sábado, 14 de dezembro de 2013

O jantar


A noite passada fui jantar com o queridinho e com um amigo nosso ao Fórum Algarve. Cada um foi onde quis e como fui a primeira a ter jantar, fui andando em busca de uma mesa. 
O centro comercial estava cheio: gente por todo o lado, crianças a constituir uma enorme probabilidade de encalharem em mim e o meu tabuleiro virar, dando início a um momento digno de uma comédia e um desespero partilhado na busca por uma mesa. Por fim, avistei uma mesa da qual saíam algumas pessoas. "Corri" (porque eu não corro, ando depressa), sentei-me e esperei pela minha companhia. 
Quando dou por mim, tenho uma nova família. Uma família corria para a minha mesa a todo o gás com tabuleiros de pizza. Chegaram muito apressados e começaram a enfiar as fatias tão depressa que aquilo é capaz de lhes ter feito mal. Percebi que iam ao cinema. Podiam ter convidado já que parecia que eu também fazia parte da família. Fiquei com a maior cara de parva da vida. Acho até que se tivessem falado comigo eu nem conseguia responder. Senti que eles pensavam que eu não tinha amigos e por isso estava a comer sozinha. Foi constrangedor. Tanto, que só consegui comer quando a minha companhia chegou. 
Quando eles chegaram, também estranharam aquele meu "momento familiar". Os meus novos primos já estavam quase no fim da sua refeição e não tardaram em ir embora. Ainda assim, foi estranho.  

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

O Gunão e o Lago Artificial

Sabem quando uma coisa não está bem mas o melhor é deixar estar para evitar que piore?
Era assim que devia ter sido cá em casa.

Ontem, às dez da manhã começaram a destruir o chão da casa de banho cá de casa. Primeiro, "chovia" no restaurante que fica por baixo de nossa casa. Depois "chovia" na rua. Esta conversa começou em Agosto quando vim para cá (ou até mesmo antes de cá viver). Sim. Só agora vieram brincar aos entendidos.
E porque é que eu digo "brincar"? Porque na verdade, partiram o chão para ver o problema. Partiram partes do chão que era escusado. Fizeram uma barulheira do demónio e incomodaram o sono da princesa (sim, o meu).
"Ai, mas a gente agora não pode fazer nada nesta altura. Não se trabalha nas festas."
Foi a conversa que ouvi na divisão ao lado da minha. Não se trabalha porquê? Não precisas de dinheiro? Não precisas trabalhar no dia de Natal e no dia 1 de janeiro, mas podias trabalhar nos outros. Não te dá jeito porque queres estar em casa a comer que nem uma lontra? Olha, a mim não me dá jeito em janeiro porque tenho de estudar. Queixam-se da crise mas não trabalham. Faz sentido ...

Quando me levantei da cama, fui perguntar ao senhor se demorava. Fui recebida por um "gunão" (mitra, pseudo-chunga) que me olhou da cabeça aos pés. A sério? Eu estava de pijama. Com um ar de quem tinha sido atropelado por um autocarro e o rapaz a olhar para mim ... como se eu estivesse linda e loira.

De manhã descobriram o problema no cano e de tarde o gunão voltou para tapar o buraco. Tapar, tapou. Só que como a nossa vida é sempre um máximo nesta casa meio embruxada, partiu-se um bocado do cano.

E agora? Agora... quando damos por nós, a casa de banho está cheia de água e o buraco feito está cheio de pedras a tapar.

"Tá tude chei de mérdas, chei de pédras..."




quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Não precisa de um título.

Adoro quando bastam três segundos de uma música para mergulhar em momentos passados.
Há músicas que nos marcam de tal maneira que nunca mais queremos ouvir. Músicas que de quando em quando voltam a ter sentido e que vamos procurar nos CDs antigos e lá está ela. E todas as recordações voltam. Existem músicas assim. Existe um duplo significado em (quase) tudo aquilo que ouvimos e se na maioria dos casos existem músicas que nos arrepiam da cabeça aos pés por nos recordarem de coisas boas, existem as outras. As que não queremos ouvir. As que nos fazem mudar de estação de rádio, de canal e de planeta.
Tenho mais músicas "boas" que más. Tenho algumas que nunca mais ouvi. Tenho as que nos dias em que oiço música são obrigatórias.
As músicas que ouvia com a minha irmã, ainda as oiço todas. Herdei dela um gosto musical decente. Smashing Pumpkins será talvez a "nossa" banda.
De pita pré-adolescente sobrou o Justin Timberlake (EU VOU!), o Pharrel Williams e Jamiroquai.
Do secundário rodam às vezes algumas músicas da  "fábrica MTV" e SOAD. Sempre SOAD.

Não sou uma viciada em música mas tenho fases. Estou numa dessas fases. Nostalgia. As férias estão a chegar e é a hora da reflexão de fim de ano. Oiço muita música do amor e nenhuma música que dá em bares. Raramente oiço alguma coisa atual. Não me agrada. A verdade é que a música com significado e que é capaz de marcar alguém, não aparece facilmente nos dias de hoje.

Quero surpreender-me e encontrar uma música capaz de transmitir aquilo que sinto. Quando as palavras falham, não há nada melhor que alguém a cantar aquilo que sentimos.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Fica sempre para depois

Há uma coisa que tenho vindo a adiar diariamente. Fica sempre para depois. Se calhar até há mais que uma coisa, mas há uma que bate todas as outras e já me sinto mal com isto.

TENHO DE ARRUMAR O QUARTO!

Neste momento encontro-me com 60% de vontade de o fazer. Olho à minha volta e o quarto reclama por atenção. Só que há um problema que faz com que me custe ainda mais a arrumá-lo. A CAMA! A cama reclama por mais atenção que qualquer peça de roupa na cadeira ou mais que qualquer partícula de pó que possa existir por aqui. Ainda que esta cama tenha um colchão "foleirinho", é uma egoísta e eu cedo sempre à sua vontade.
Mas hoje vai ser diferente. Prometo a mim mesma que após a publicação deste texto vou ignorar a minha cama e vou começar a arrumar este caos a que outras pessoas chamam quarto. Vou arrumar uma quantidade absurda de sapatos de verão que ainda andam por aqui para poder trazer os que ainda faltam de inverno. Vou pegar em tudo o que é roupa de verão e vou encerrá-la em malas e a minha secretária vai deixar de parecer uma secretária de uma repartição pública - cheia de papéis por todos os lados. E por último, vou dar um agrado à minha cama e vou meter lençóis de malha polar para compor o brilharete.

Aguardo pelas vossas faixas de apoio e momentos motivacionais.
Beijinhos e até logo (se sobreviver).

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Vou para casa!

Adeus e bom fim de semana a todos.

Pensar antes de falar.

Não é coisa que me assista.
Hoje, ao chegar ao meu curso de alemão, a J. vai falar a uma rapariga que a seguir diz conhecer-me. Como sou uma alma verdadeiramente simpática respondi: "nunca te vi na vida"
A rapariga apanhou um melão a tentar explicar-me quem era e eu a desculpar-me porque não me lembrava dela.
Só depois da J. me dizer o último nome dela é que se fez luz e lá me lembrei que a tinha conhecido no meu 10º ano. . . e se bem me lembro, ela não gostava nadinha de mim.
Fiquei a sentir-me péssima porque a rapariga foi extremamente querida e eu fui tudo menos simpática.
MAS JÁ PASSARAM 7 ANOS E A MINHA MEMÓRIA TAMBÉM FALHA!

Entretanto já lhe enviei uma mensagem pelo facebook a pedir imensas desculpas por não me ter lembrado de que aquela rapariga era a que tinha conhecido no secundário. Shame on me.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Fisga

Gostava de ter uma fisga para atirar pedras às pessoas que me irritam.
Mas antes de tudo isso ... falta-me a pontaria!

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Mesas de Voto

Decorreram hoje as eleições para os órgãos da Associação Académica aqui do sítio e descobri que:
  • Existem pelo menos mais duas pessoas chamadas Cândida na UAlg e a inteligência deve ser uma coisa que vem com o nome - uma em Medicina e a outra em Ciências Biomédicas.
  • A quantidade de pessoas de outros países que escolhem o algarve para fazer a sua formação avançada é superior ao que eu achava.
  • Existem nomes piores que Cândida Margarida.
  • As pessoas não se preocupam MESMO com o que se passa nesta universidade.
  • Seis horas numa mesa de voto servem (também) para meter o estudo em dia. 
Além de tudo isto, fui a primeira pessoa a votar na minha faculdade. Que dia fascinante!

domingo, 1 de dezembro de 2013

December


  • Muitas mantas
  • Chá
  • Camisolas quentes
  • Despedidas do queridinho
  • Miminhos da família
  • Filmes Natalícios
  • Família reunida
  • Primos fofos
  • Estar junto dos amigos do secundário novamente
  • Desejar feliz natal a meio mundo
  • Cantar o "Adeus Filetes" com a minha irmã
  • Ver os circos de Natal com o meu pai
  • Fatias douradas ao lanche
  • Sobremesas a mais
  • Pequena Mia e os meus episódios alérgicos
  • Estudar como se não houvesse um dia seguinte
  • Cortar os pulsos por estar no fim do mundo
  • Morrer de saudades do queridinho
  • Férias da univ.
  • Férias das aulas de alemão
  • Reflexões sobre 2013
  • Desejos para 2014
  • Feliz ano novo em dois fusos horários diferentes
  • Brindes bonitos e abracinhos bons


terça-feira, 26 de novembro de 2013

Aljezur

Este fim de semana é a Festa da Batata Doce na minha terra e... até já há publicidade nas caixas de multibanco. Foi uma surpresa para mim quando hoje vi o anúncio à festa da minha terra.
E... não é só pela batata doce que Aljezur é notícia. Também hoje foi notícia no Correio da Manhã. E não, não foi porque alguém matou alguém de forma sinistra (lá as pessoas são civilizadas). Aljezur foi então notícia porque hoje às 8 da manhã estavam -2,5º. Coitadinho do meu pai que a essa hora já estava mais que levantado. Se agora está assim, nem quero imaginar no Natal.

Querido Pai Natal

Não sei bem se existes, se vives na Lapónia, se a tua mulher é uma boazona ou se a tua barba é real. Contudo, gostava imenso de poder acreditar em ti.
Tenho um pedido. E não, desta vez não é nada estúpido ou fútil. É um pedido que não me foi concedido no ano passado e que custou imenso a mim e aos meus pais. Costuma dizer-se que um é pouco, dois é bom e que três é demais. No meu caso, quatro é que é bom. O número quatro é o que enche a minha casa e que torna o Natal mais feliz. Lá em casa somos quatro (atualmente cinco com a pequena Mia) e no último Natal fomos apenas três.
Só queria ter a minha irmã a passar o Natal comigo. Este é o meu desejo e o dos meus pais. Qual é a graça e o sentido do Natal quando um dos elementos mais importantes não está presente? Os natais já não são o que eram faz tempo: já sou crescida e a minha irmã ainda mais. Mas esta época não o deixa de ser só porque crescemos ou porque eu vivo em Faro e ela em Lisboa. O Natal não vai deixar de existir quando um dia me for embora para longe ou porque naquele ano nem dá muito jeito. O Natal vai ser sempre Natal e eu vou querer estar sempre perto daqueles que amo - nem que meta aviões pelo meio.
Portanto peço-te a ti que supostamente dás prendas a todos menos a mim - sim, porque não vejo nada teu já vai para uns dez (ou mais anos) - oferece-me a minha irmã de prenda. Nem que seja só a noite de 24 para 25 e que ela volte para Lisboa cedinho. Peço-te que penses que fui uma boa menina este ano e que vou continuar a ser.

Espero que não me desiludas,
Cândida de Novais

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Insularidades

Quando é que começam a vender as melhores queijadas do mundo no Pingo Doce aqui da Penha?! E os bolos lêvedos? E a Laranjada do Marcos?

A minha sorte é a mãe do queridinho ser também uma queridinha e ter enviado duas caixas de queijadas.
Obrigada (tia) D.

Desabafo

Estou farta do vídeo dos moços que abanam os badalos enquanto tocam o Jingle "Balls"
Estou cansada da Pepsi, do Ronaldo e ainda mais da chamada telefónica do Nilton para a Pepsi da Suécia.

Foi só um suspiro!

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Brrrr

Ou compro roupa mais quente que aquela que tenho ou viro um boneco de neve. Salvem-me!

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Bingo

Hoje joguei bingo sem gente semi-nua, com a passarinha aos saltos e sem rabiscos... e ganhei!
Jogar bingo em alemão é engraçadinho.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Ich heisse Cândida

Vamos estar assim até dia 14 de janeiro.
A verdade é que na semana passada iniciei um curso de alemão e estou a gostar imenso.
Já tinha tido esta língua no ciclo, só que isso não foi na semana passada e por isso, decidi rever o que aprendi. A maioria dos meus colegas (ou se calhar todos) nunca tiveram alemão e por isso acaba por ser um desafio para todos nós.
Assim, se quiser ir para a terra da senhora dona Merkel sempre sei dizer mais coisas que olá, adeus e feliz natal.

sábado, 16 de novembro de 2013

sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Portugal-Suécia

Ronaldo marca.
Pensamento:
Não é o melhor do mundo?! Então não fez mais que a sua obrigação.




CTT's

Há coisas que me irritam. E o que mais me irrita são pessoas com má vontade.
Hoje, o carteiro que cá veio ao prédio e a senhora que trabalha nos correios aqui perto de casa ganharam a taça.
Ora bem. O queridinho avisou-me que iria chegar uma encomenda cá a casa mas que afinal eram duas (a primeira uma pen e a outra eram miminhos dos Açores. Mal ouvi a campainha esta manhã, saltei da cama. Abri a porta e nada. Passado algum tempo, tocaram novamente. Abri e ouvi um "obrigado" vindo da entrada do prédio. Mais nada. Quando esta tarde fui à caixa do correio, estava lá um papelinho para levantar a encomenda dos Açores que dizia "não atendeu". Não atendi o cacete! O homem até me deve ter ouvido abrir a porta de casa. Mas pronto, devia custar-lhe imenso subir alguns degraus para me dar a encomenda - se bem que até podia vir de elevador.
Pronto, vamos aos correios (embora no papel dissesse que só podia levantar a encomenda no dia 18). Tendo em conta a hora que fomos, a encomenda já ali estava e não lhes custava nada entregar-me a minha caixa. Afinal custava. A senhora foi para lá de antipática e ainda fez uma bolinha no dia 18 - como se eu fosse uma tontinha ou não soubesse ler. Eu expliquei que abri a porta, que na caixa havia comida, que no site dizia que a caixa estava lá e ... ó minha senhora, agora espera até segunda.
E tenho outro remédio?

Fim de semaninha

Descanso e amor. Não quero mais nada!
Ahm... alheira. Quero alheira!

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Estamos em mudanças

Como podem ver ao abrir o blogue, a minha página um bocadinho diferente.
Tenho sempre vontade de fazer mudanças por aqui, mas a falta de paciência tempo nem sempre ajuda.
Estou a tentar adotar um estilo mais navy porque o azul, o vermelho e o branco são as cores que mais me agradam.
Só espero que no fim fique tudo bonitinho e que as pessoas que por aqui passam também gostem.
Duvido que termine tudo hoje... mas não custa tentar!

Uma lula para a menina

Pensava que já não existiam grandes distinções entre homens e mulheres. Pensava que isso ia ficando cada vez mais para trás (em países como o meu). Aparentemente no que toca a comida, ainda não é igual para todos. Pelo menos no bar da minha faculdade.
Na semana passada pedi meia dose de lulas recheadas para o almoço. O rapaz que estava à minha frente teve direito a duas lulas; eu tive direito a uma. Porquê? Eu até tenho cara de pessoa de (algum) alimento! Não percebo. Ainda por cima, as batatas fritas estavam frias e por isso não comi nenhuma.
Fiquei verdadeiramente lixada.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Olá. O meu nome é Cândida...

E nunca li um único livro de Nicholas Sparks.

Isso faz de mim uma mulher sem coração ou com bom gosto?

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Dia de São Martinho

Como não gosto de castanhas, fico-me pelo vinho.

Pronto, já fiz a rima do dia.
Conhecem a lenda de São Martinho? Se não conhecem, pesquisem. É fofinha.

Eu não sou normal

 - Gostas de nadar?
 - Cansa-me. Então?

Às vezes assusto-me com as coisas que digo. Depois fico em pânico quando realmente vejo que disse uma coisa horrível mas que é verdade.
Um dia vou gostar de fazer desporto. Não sei quando, mas tenho fé nisso. É meio caminho andado, não é?

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

"Vá, levanta-te. Vai tomar banho e vai fazer a mala. Tens de ir para casa comer marisco."

Isto de ter uma manhã de descanso depois de uma semana cheia de coisinhas para fazer, não ajuda.

"Pensa no maravilhoso sofá que te espera. Pensa na melhor cama do mundo!"

Já me parece mais motivador.

"Pensa em tudo o que tens para estudar."

Erm ... se calhar é melhor parar de pensar e ir fazer tudo o que me falta para ir embora.


Adeus!

Aljezur

Olá pessoas. Este fim de semana é para ir a casa.
A minha ida tem dois motivos: matar saudades dos papás que não vejo desde o fim de semana das eleições e por isso morro de saudades deles, e o outro é tomar posse.
"Tomar posse?" Sim, tomar posse. Nesse mesmo fim de semana a que fui a casa e que coincidia com as eleições, fui eleita membro da Assembleia Municipal do Município de Aljezur. Quem diria, não é? Acho que nunca tinha falado sequer disso por aqui. Aliás, nem sequer tenho muitos amigos a quem tenha contado. Deveria ter tomado posse no mês passado. Mas o dia em que agendaram isso, era no mesmo dia em que tinha um conferência aqui na universidade à qual não podia faltar.

Sendo assim, até domingo ou segunda. Ainda estou a tentar decidir qual o dia em que volto para Faro.
Pode ser que dê notícias. Ou não.

Arraial

Se há coisa que gosto nesta universidade em versão "festa", é do arraial. Ocorrem várias vezes durante o ano letivo e são a menos de cinco minutos de minha casa... o que é ótimo.

Contudo, viver na rua da universidade (vá, de um dos campus), faz com que tenha uma certa aversão às pessoas barulhentas. Estar bêbedo tem (por vezes) a sua piada, mas não há necessidade de incomodar ninguém.
Sendo assim, peço aos meus colegas que quando vão para a baixa tenham atenção ao barulho: há pessoas que não vão para os bares e que gostavam de dormir antes das 3h30 da manhã. Um beijinho para os silenciosos.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Pandora # 4

Quero. Muito. É tããão do inverninho!
A sério, eu sabia que ter uma Pandora ia fazer-me estas coisas.




E hoje ... sou tia

Ou ontem (tendo em conta que passa da meia noite), um professor chamou-me "tia" porque na minha foto de perfil no facebook estou a beber um frappuccino.
Os meus colegas começam, os professores terminam.
Podia ser pior. Chamarem-me "tia" não me ofende.

E com esta, abandono o blogue por hoje.
Já tinha um post previsto para hoje. Contudo, o cansaço é tanto e como ainda tenho um trabalho para fazer, vou deixar isso para amanhã. Beijinhos.

terça-feira, 5 de novembro de 2013

Pandora # 3

Quem segue o meu blogue, sabe que eu adoro as pulseiras da marca Pandora (embora a minha pulseira seja pobrezinha).
Já sabia que estava para chegar a coleção Essence. Já sabia que ia adorar. Mas não imaginava querer todas.
São verdadeiramente bonitas e devido ao seu design, não se mexem - trazem um pequeno travão.

Amigos falsinhos

São aqueles que em plena aula contam ao professor que eu tenho um blogue. Fiquei corada. Não que o meu blogue seja privado - que não o é. Mas uma pessoa gosta de separar este pedaço da vida daquela vida que leva dentro dos portões da universidade.
Ontem fui vítima de facejacking por parte do meu colega de casa. O meu Facebook dizia (por outras palavras) que eu tinha um certo fanatismo pelo Paulo Portas e a minha fotografia de perfil passou a ser uma preguiça astronauta.
Hoje, foi isto.
Amanhã, podem sempre espancar-me ao som de metal. Vai dar ao mesmo.


                                                    Cândida de Novais antes de partir para a Lua.

domingo, 3 de novembro de 2013

Diários de uma dona de casa # 5

São cinco da tarde. Não há gás.
Ainda nem almocei nem tomei banho. O mesmo se passa com o queridinho.
Não foi este o aniversário que imaginei para ele.

#itsucks!

Parabéns para o meu queridinho!

O meu queridinho faz 22 anos hoje.
Já comprei o bolinho que mais gosta e estou à espera que ele chegue para lhe cantar (desafinadamente) os parabéns. De momento, comemora com a tuna. Esperemos que ainda chegue em condições!
Agora que só podemos estar juntos aos fins de semana é inevitável não sofrer com a sua ausência. Fazem-me falta as suas gargalhadas, o seu sorriso, os seus mimos. Mas quem ama, aguenta! E há que pensar positivo. Não tarda, já o tenho de volta aqui. Para sempre.

Parabéns fofinho! :)



sábado, 2 de novembro de 2013

Banhos gelados

Ou o esquentador está mais que parvo novamente ou o gás acabou. E banhos de água gelada em novembro? Um mimo.

Revenge

Sem dúvida a minha nova série de eleição.
Passa-se principalmente nos Hamptons e é cheia de vestidos e pessoas bonitas, segredos e intrigas.
O enredo é sobre a morte de David Clarke. Um senhor acusado injustamente de um crime e que acaba por morrer. A sua filha, Amanda Clarke, que vive como Emily Thorne procura vingar-se de todos aqueles que destruíram a sua vida e a do seu pai. Conta com a ajuda de Nolan ... um geek amoroso e de mais algumas personagens que vão aparecendo.
Os seus maiores inimigos são os Grayson - os principais culpados de tudo - e por isso, Emily seduz o filho de Victoria e Conrad para conseguir a vingança que deseja.
Será que vai conseguir? Vejam e descubram.

Para quem quiser acompanhar, pode fazê-lo através da Fox Life.


quinta-feira, 31 de outubro de 2013

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Ronaldo ou Messi?

Pois bem, anda por aí uma loucura em relação ao que o senhor da Fifa disse sobre o Ronaldo que já não se aguenta. Uma pessoa não pode ter um sentido de humor mais descarado que agora só o querem ver pelas costas. Se o senhor não gosta do Ronaldo, o que é que isso me preocupa? Pois bem, não me preocupa absolutamente nada.
Até já existem páginas no facebook que pedem a demissão do homem. Há limites para a parvoíce.
Eu também não gosto muito dele. Não tem feito grande coisa pela nossa equipa nacional e ... há qualquer coisa nele que ... não. Não o acho muito boa pessoa.
E AGORA, TAMBÉM VÃO ODIAR-ME?
O Figo, o Rui Costa ... esses pareciam-me craques que apesar de todo o dinheiro e afins, eram boas pessoas (e ainda o são porque não morreram entretanto).
Eu não ligo muito a futebol e acho que até já o disse. Portanto, parem de encher a minha televisão e a minha internet com isso.

sábado, 26 de outubro de 2013

Na Parede

Pois é meus caros, já estou na Parede com o meu pequeno príncipe. Faro despediu-se de mim com um arco íris enorme e Lisboa recebeu-me com uma tempestade.
Depois de uma pequena molha, encontrei o queridinho e seguimos para o Colombo para jantar. Tinha mesmo saudades do metro. Só me falta encontrar o cego rapper e estou feliz.
Amanhã vai ser um dia do amor ... depois conto como foi. Mas mete lontras!
Bom fim de semaninha para todos!

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Pesadelos da minha vida

Fazer malas.
Não dá! Quando dou por mim tenho metade do roupeiro dentro de uma mala.
A sério, ir de fim de semana é bom. Mas o tempo que levo até ter tudo pronto para ir ... dá cabo de mim.

Já sou da casa

Foi o que senti quando no outro dia fui abordada enquanto levantava dinheiro.
"Então filha, está tudo bem?"
Foi o que ouvi de uma voz feminina atrás de mim na fila. E quem era?

A SENHORA DA CHARCUTARIA DO PINGO DOCE!

Achei fofinho. 

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Lisb, Lisb, Lisb


Planos para o fim de semana? Check!

Pois é, vou finalmente a casa do queridinho. Desde que começou o ano letivo tem sido ele a visitar-me, mas desta vez sou eu a ir ao seu encontro. O querido mora na Parede. Não gosto do nome. Quando me perguntam por ele, eu respondo "Está na Parede" - parece que está de castigo (e até está ... pela distância).

Chego amanhã já de noite e por isso vai ser para namorar e descansar. Sábado quero passear, muito!
Passear, namorar, ver a mana, ver gente bonita, ver coisas diferentes ... Faro às vezes acaba por ser aborrecido e vai saber super bem ver coisas novas. . . e andar de metro com a cara colada às costas de alguém e pensar duas vezes se fechei ou não a mala.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Corridas da moda

Não são para mim. O máximo que faço são maratonas. De novelas, séries ou filmes ... e ainda de estudo.
Acho muito bonito que as pessoas corram, mas agora tem sido um exagero. É a corrida das cores, é a corrida à noite, é a corrida do centro comercial (esta lembra-me a black friday), e tantas outras.

Eu só digo isto porque sou asmática. E preguiçosa. E sofro de dor de burro. E ... correr não é mesmo para mim. Eu gosto de patins, mas o médico disse que não posso patinar nunca mais. Sendo assim, vou optar por ser uma morsa que adora estar no sofá, para sempre.

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Cookie Dough

Sem dúvida, um pedacinho de céu nesta noite de domingo.
Amor, mau programa de televisão e gelado. Estou feliz!


Amanhã é dia de regresso às aulas. Senhor, dai-me força para mais uns dias a acordar cedo, a comer mal e a dormir pouco.


sábado, 19 de outubro de 2013

Pandora #

Tenho a dizer que no dia que tiver dinheiro, transformo a minha Pandora num zoo. Acho tanta piada aos animais que existem para a pulseira!
E no outro dia, ao passar pela Boutique dos Relógios apaixonei-me por uma peça linda ... que não encontro no site. Obrigada mundo!


O Aniversário

Passou-se. Muito solitário.
Passei a meia noite sozinha e a manhã foi de aulas. Almocei com duas amigas muito queridas que não me quiseram deixar sozinha. De tarde também não correu pelo melhor. À noite, jantei sozinha e comi o meu bolo favorito.
Não ter cá o queridinho não ajudou. Não ter certos amigos cá, também não. Ver que pessoas que achava que eram minhas amigas a não se comportarem como tal, não foi bonito.

Enfim, o melhor é mesmo esquecer este aniversário e esperar que o próximo seja melhor.

Relativamente a prendas? Ganhei umas calças muito fofinhas como prenda da mana e foi só.


Prometo que para a semana o meu bom humor volta. De momento, foi comemorar o meu aniversário no estrangeiro e por isso está ocupadíssimo. Falso!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

terça-feira, 15 de outubro de 2013

O sono dos 24

Desde sexta que ando demasiado sonolenta. Demasiado é pouco. Só me apetece dormir.
Isto deve-se a estar QUASE (falta 1h) a fechar o ciclo dos meus 23 anos. Pois é, daqui a nada entro nos 24 e ... ficam a faltar apenas 6 para os 30.

Se fosse um outro ano, estaria provavelmente já em modo comemorativo. Contudo, este ano tenho tanta coisa para fazer e tão pouco tempo, que na verdade estou sozinha em casa a trabalhar no meu futuro. Festa, só na quinta-feira.
Os 23 foram bonitinhos. Que os 24 sejam ainda melhores!

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Zzzzzz

Devo ter sido picada por um animal. Desde sexta que só me apetece dormir. Quer dizer, apetece-me dormir mais que o normal. Socorro.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Estou quase a fazer anos # 2

Ainda na temática das prendas de aniversário, tenho a dizer que gostava de uma Tangle Teezer.
Para quem não sabe, a Tangle Teezer é como que uma Nossa Senhora das Escovas para cabelo. É uma santa no que toca a desfazer nós e diz que nem aleija.
Eu, que tenho ninhos e rastas por todo o cabelo - não que eu queira ou que seja hippie - isto dava-me um jeito enorme. Só de pensar em não lacrimejar cada vez que penteio o meu cabelo quando este está grande, fico animada.

Portanto já sabem, se me quiserem oferecer alguma coisa ...



Farmacêuticos

Ainda sobre a minha doença, tenho a dizer que quem tem um amigo farmacêutico tem tudo.

Ontem, um dos meus amigos farmacêuticos foi um fofinho e veio trazer-me os medicamentos da salvação a casa. Que bom que é não ter de ficar não sei quanto tempo numa fila na farmácia, para ser inquirida por farmacêuticos que no fim não me conseguem vender nada que me salve!

A ti, Doutor Abacate, um muito obrigada. A partir de agora és o meu farmacêutico favorito ... para sempre.

PS: Sem me esquecer (claro) de todos os amiguinhos de Ciências Farmacêuticas que fui fazendo ao longo destes anos de vida em Faro.

Hibernar

É realmente o que me apetece fazer no dia de hoje, mas aparentemente, não vai dar.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Quase casada

Sabes que estás quase casada quando o teu farmacêutico te salva a vida e na fatura em vez do teu nome mete o do teu namorado.

Adivinhem...

Estou novamente doente!

A gripe que na semana passada não chegou a mostrar-se cheia de força, atacou-me ontem e parece que não me vai deixar até ao fim de semana.

A sério, não mereço passar a vida doente. Malditas defesas que funcionam mal!

domingo, 6 de outubro de 2013

Amorzinhos

Este fim de semana é dedicado ao amor.
Fazem por estes dias dois anos desde que o queridinho, que ainda não o era, foi a minha casa fritar-me batatas. Desejos noturnos durante uma Receção ao Caloiro dão nisso.

Há histórias de amor que começam com um derrubar de livros num corredor numa escola. O nosso, começou com comida ... se nos vissem, percebiam.

Namorar de verdade, só três meses depois. Isto comigo não é logo de um dia para o outro, tsá?

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Mission Accomplished

Consta que o meu pequeno blogue já passou das 5000 visualizações.
Tendo essa meta (imaginei isso na minha cabeça) a poucos dias do Hell(n)O Candy fazer 6 meses, sido cumprida, tenho a dizer que estou feliz.
Este blogue não é específico. É apenas dos meus devaneios. Digo aquilo que me apetece no momento. Não sou de planear o que quero escrever, até porque isso raramente seria cumprido - nem sempre a minha imaginação abona a meu favor.
A melhor descrição que ouvi em relação ao blogue, foi na noite passada. Uma das minhas afilhadas tentava explicar a uma amiga nossa o que se passava por aqui. E foi mais ou menos:
"Estás a ver as parvoíces que a Cândida diz normalmente? Então é isso"
E é isso. Sem dúvida nenhuma.
Espero que as pessoas que passem por aqui, achem piada a um blogue que não trata de moda ou calos dos pés, de mecânica ou bricolage. Trata mesmo do que eu quiser, quando eu quiser.
Sendo assim, obrigada a todos e metam na TVI que hoje o programa Autores é sobre Fernando Pessoa.


Se quiserem tirem uma fatia de bolo. A bebida está no frigorífico.



Estou quase a fazer anos #1


Faltam poucos dias para os 24. Não costumo receber prendas (tirando a do queridinho), mas gosto de sonhar com coisas que gostava de ter.
Se há loja de que sinto falta, é da Blanco. Não que tenha ido muito às compras nos últimos tempos, mas com a Blanco fora do Algarve, as minhas idas à minha loja favorita são praticamente impossíveis.
Estive agora a ver o site da loja e ... fazia-me falta: 


Uhm, aparentemente a qualidade não é a melhor. Na realidade a blusa é branca (também há em preto) e é mesmo o meu género de blusa.

Relativamente às calças, posso dizer que tenho umas iguais ou muito semelhantes, também da Blanco. Mas devido ao uso e às minhas pernas "fofas", já se estão a rasgar.



quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Homens...

Apaixonei-me por umas galochas.

(...)
- Mas não tens umas galochas?
- Tenho.
- Então não precisas.

Os homens não percebem mesmo o problema das mulheres com sapatos.


                                                                    Diz que há maravilhas destas no site www.ilovegalochas.com

Ignorância Académica

Esta tarde, no café a que costumo ir, ouvi:
"PS quer dizer Partido Socialista. PSD é o quê?"

A ignorância mata.

terça-feira, 1 de outubro de 2013

10

Olá mês do ano que me faz mais velha!
Obrigada por me fazeres sair da cama às 7h30.

Já estou melhor e a mãe já foi embora (sniff, sniff).

segunda-feira, 30 de setembro de 2013

PRONTO!

Arranjaram um trabalho à altura da Alexandra Lencastre... apresentar o diário da tarde do Secret Story 4.
Quantos minutos será que leva a querer despir-se e ir para a casa?

Gregório

Pois bem. Estou de volta.
Afinal houve uma alteração na minha doença de ontem: tive uma gripe até às 3 da manhã. A seguir a isso (se bem que já tinha recebido uns sinais antes), deu-se por aqui uma intoxicação alimentar.
Passei a noite em febres, tentativas de descansar e em longas conversas com o Gregório.

Não fossem os meus pais, os melhores do mundo, não teriam vindo logo em meu auxílio. A minha mãe vai ficar a cuidar de mim até melhorar e o meu pai voltou para a nossa terra. Resta-me ficar melhor!

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

Chuvinha boa


Finalmente o calor infernal está a desaparecer e aqui por Faro já temos direito a alguns pingos de chuva.
Agora a blogosfera vai encher-se de pessoas que estão tristes com a chuva. Para elas tenho a imagem seguinte:



Bom fim de semana para o mundo em geral.
Vou estar ausente durante os dias que se seguem pois vou até casa. Além de ir matar saudades da mana (que não vejo desde a Páscoa) e dos papás, vou votar! Façam o mesmo!

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

I ... Love it?

Uhm... not really!
Num outro post disse que iria fazer um sobre essa nova série do estilo Morangos com Açúcar (só que numa versão pior). Sendo assim, vamos falar sobre o que eu achei tendo em conta o pouco que vi:

Há uma querida, dona de um casarão, que por obra da sua amiga angolana, transforma a casa num albergue para estudantes.
A querida quer ser cantora e tem um puto giro e mau atrás dela. Mas ela gosta mesmo é do moço que trabalha numa pizzaria.
Na casa da querida vivem:
  • A angolana - que quer ser estilista ou algo do género. O problema desta é que quando abre a boca, parece que saiu de um bairro menos bom e é um bocadinho exagerada. 
  • A transmontana - é um caso flagrante de como a investigação feita para certos papeis é zero. Podiam fazê-la uma pessoa simples, que está habituada à vida no campo, mas que não é tola nenhuma (pelo contrário). Mas não! Fazem com que os transmontanos pareçam uns retardados que nunca viram nada na vida e que a única coisa que sabem fazer é cuidar da casa, cozinhar e agir como saloios. 
  • O brasileiro - que não o é. Só sabe dizer "porra" e pouco mais. 
  • O açoriano - é um tarado que só quer saltar para cima de tudo o que mexe. Se não fosse falar micaelense, podia jurar que ele era filho do Zezé Camarinha. Ah, e sim, ele é mesmo o senhor da Vaqueiro Sabores.
Como é que se devem sentir as pessoas das zonas abordadas por esta gente? A TVI podia pensar duas vezes antes de pensar em criar péssimos estereótipos de regiões e países em que goza forte e feio com esses mesmos, levando-os a cair no ridículo.

E acho que a "novela" é mais ou menos isto.

NASA

Consta que a NASA está a recrutar pessoas para passarem 70 dias deitadas. 13 mil euros por mês e a única coisa que tens de fazer é ficar ali, deitado, sem te mexeres muito.
Por muito que goste de estar deitada, não sei se era trabalho para mim. Ao fim de 10 dias, a minha coluna estava transformada em gelatina e já nem com uma grua que me tiravam da cama.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Pessoas que usam cuecas em festas

É NORMAL!
O que não é normal é a tendência que há agora de ir a eventos cheios de glamour com vestidos extremamente transparentes em que a cueca está ali para quem quiser ver.
Não considero extravagante, considero labrego. Uma mulher fica mil vezes mais composta quando não mostra a roupa interior - mas acho que isso já toda a gente sabe.
Este post vem a propósito dos Emmys - cuja cerimónia foi na noite passada - onde havia gente com vestidos verdadeiramente bonitos, havia a senhora do Scandal de camisa de dormir, pessoas prontas para ir a um velório no caso de alguém ter um fanico no decorrer da entrega de prémios e pessoas com cuecas de gola alta à vista.


Não é giro. Não tem classe. Parece que se esqueceu do forro do vestido (ou que o arrancou) antes de sair de casa.


Querido Outono

Já tinha saudades tuas! Dias frescos, dias mais pequenos, o arrumar da roupa fresca de verão e o reencontro com a roupa mais quente, o cair das folhas e os primeiros dias de chuva.
Obrigada pelo teu regresso e obrigada por seres a minha estação do ano favorita ... só é pena me fazeres um ano mais velha.



200

Nem acredito que o meu post número 200 foi desperdiçado com a Alexandra Lencastre. Tenho de começar a rever as minhas prioridades.

Acho...

Quer dizer, eu tenho mesmo a certeza que tenho medo da Alexandra Lencastre.

sábado, 21 de setembro de 2013

Mistérios da Humanidade

Porque é que o papel higiénico tem fantasminhas?

Quando as pessoas não me entendem.

Sou irónica. Muito. Vá, sou demasiado irónica.
E se por vezes até quem me conhece fica confuso com as coisas que digo, imaginem como reagem pessoas com quem falo pela primeira vez. Não faço por mal, mas faz parte da minha essência e a ideia de falar "a sério", não é o meu género.
Tem piada. Muita. Mas acho que às vezes é só para mim.
A minha irmã é sem dúvida quem entende melhor a minha ironia. É que eu sou assim desde muito pequena. Se calhar devia pensar numa carreira de comediante. Pelo menos, quando as pessoas fossem ver os meus espetáculos sabiam que eu estava sempre a brincar. Se calhar é isso. Ainda assim, é melhor levar uma camisola com letras enormes a dizer: "estou a brincar".
Acho que tenho demasiado humor para o mundo em que vivo ... é isso. Há dias em que acho que devia contrariar a minha vontade de ser assim, ou não.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Poesia agressiva

Estamos em época de Praxe. Como costume, o que não falta são batalhas de cursos em que uns contra os outros tentam elevar o seu curso e onde vale tudo. Hoje, num desses momentos, ouvi a ofensa com a maior piada de sempre. É dura, sem classe alguma, nojenta ... mas olhem, ri-me. Ri-me de verdade.

Mata a tua mãe e faz arroz de p*ta (vezes e vezes sem conta, em alto e bom som)

Desculpem. Chamem-me o que quiserem. ISTO TEVE UM PIADÃO!

Um obrigada às pessoas de CB por este momento. Iris, se passares por aqui, aposto que vais ter uma certa saudade das pessoas do teu curso.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Gincana

Amigos e amigas, depois daquilo que vi ontem, peço que sempre que queiram alinhar numa gincana, pensem como é importante usar calças nesse tipo de coisas. A noite passada a gincana era a atividade para os caloiros (feita pela AAUAlg) e ... eu vi cuecas. Cor-de-rosa.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Olhos em bico e isso


Olá a todos que por aqui andam.
No sábado passado fui com o queridinho e duas amigas ao chinês/japonês/grelhados na brasa que abriu no Fórum Algarve e ... acho que fiquei com uns 3kg a mais. Sabem a gula que é quando vão a um casamento ou a um restaurante em que o preço é fixo e podem comer que nem uns porquinhos? É mesmo isso. Numa versão asiática de engorda.
Ele foi sushi (provei todos), ele foi chinês e camarão grelhado até rebentar.
Não tenho muitos conhecimentos no que toca a comida deste tipo (porque nunca foi o meu género), mas fiquei com imeeeensa vontade de lá voltar.



Praxe?

Gosto mais da Praxe do que do Nataaaaaaaaaal!

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Erm...

O rapaz açoriano da série I love it é o senhor a Vaqueiro Sabores não é?
Valha-me o Santo Cristo dos Milagres.


Publicarei a minha opinião sobre a série dentro em breve. . . ainda não me sinto em condições para tal.

Ou ... ou

Não sei o que é pior: se o Melão a cantar, se a cara de tédio da Júlia Pinheiro a ouvir o "Bruxo de Fafe".

Friday, the 13th

Acredito que os gatos pretos são apenas pequenas bolas distribuidoras de alergias.
Não acredito em mitos, embora não goste de talheres cruzados. Não acredito que uma sexta feira seja o dia de todos os azares do mundo, porque não é. Eu sou azarada e a culpa não é do calendário.
Não faças isso! Olha que dá 80000 anos de azar! - não dá. Mas é capaz de chatear um bocado uma pessoa, caso ela acredite nisso
 O azar e a sorte somos nós que fazemos.
E olhem que hoje até é uma sexta feira bem feliz para mim! O queridinho vem passar o fim de semana e chega daqui a um bocadito (vá, daqui a não sei quantas horas).



quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Agendas


Esta semana ainda me encontro mais ou menos de férias e por isso é tempo de tentar encaixar o reencontro com os meus amigos nos espaços livres. Lembrem-me de numa próxima vida ter menos amigos. Isto dá trabalho!
Mas vá amiguinhos, eu gosto de vocês. Menos da Raquel. A Raquel é chata e tem um gato. E os gatos causam-me alergia.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

24#1

E...
Falta apenas um mês e dez dias para o meu aniversário.
Quero chapéus da Kitty para os meus amiguinhos e uma tiara para mim!

Olá Mundo!

Tenho andado ausente (um clássico) como já devem ter reparado. A verdade, é que estes dias têm sido demasiado intensos e ainda estou a adaptar-me ao regresso às aulas (por assim dizer).
Hoje está a ser um dia querido. Mas não me vou alongar a vos contar porque tenho de ir estender roupa.
Vida de estudante, tem disto.

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Avenida Brasil

Estou triste.
Hoje é o fim da novela que tanta companhia me tem feito e eu não vou poder ver.
Adeus Carminha!

Home

Hoje é sexta e é dia de ir até casa.
Isto quer então dizer que até domingo não haverão notícias minhas.
Beijos e divirtam-se!

(quase) 4 da manhã

Nunca mais arrumo o quarto.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Crises Existenciais

Comer frango com as mãos quando ainda esta tarde meti unhas de gel "cor-de-rosa-de-princesa", faz-me sentir como um trolha preso no corpo de uma diva.

terça-feira, 3 de setembro de 2013

50 Sombras de Desilusão

ESTOU DESILUDIDA!
Depois de meses a sonhar que o Matt Bomer iria ser o ator escolhido por todo aquele seu "basta-olhares-para-mim-que-te-apaixonas", os senhores de Hollywood anunciam a escolha de um tal de Charlie Hunnam para o papel de Christian Grey. Fui logo ver quem era o senhor para ver se era merecedor do papel e... pela pinta, não se safa! É um sem graça. De verdade.

Vou ter de me contentar com o Matt no White Collar (que estou a adorar), e vou agradecer a mim mesma por só ter lido um dos livros e não ter criado ainda mais expectativas. Quanto ao filme, nem o devo ver.

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Fenistil

Precisa-se nesta casa e com muita urgência!
Depois de um ataque de uma família (não me parece que isto tenha sido trabalho de um único mosquito) aos meus pés e mãos no sábado à noite, tenho a dizer que adorava abrir a porta de casa e ter uma pomada gigante à minha espera. Ou um senhor vestido de pomada a dançar, com uma pomadinha pequenina nas mãos para me entregar.



Delírios "matinais" de uma pessoa que parece ter sarna ;)

Querido Setembro


Que tragas contigo os dias mais pequenos e o início do tempo fresco.
Que faças os teus habituais reencontros de fim de verão. Que as amizades que foram de férias venham fortes como foram. Que os novos caloiros sejam tolerantes à Praxe e que os professores não reclamem tanto. Que o abrir de cadernos novos marque uma nova etapa e que nas salas de aula se aprenda de verdade. Que a aprendizagem também seja fora dos portões da Universidade. Que os risos e gargalhadas ecoem por esta cidade e que todos os momentos sejam marcantes. Que o amor que agora só me encontra ao fim de semana seja tão bom como tem sido, cheio de mimo e tudo mais. Que venham os fins de semana de chuva para não sair de casa. Que tenhamos um cão nesta casa e que ele seja fofinho. Que o Vaio se aguente mais uns tempos. Que o blogue continue a crescer, assim como a minha imaginação.
Obrigada pelo verão, mas que o outono chegue perfeito, como sempre.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Sabes que estás a ficar velha ... #3

Ou que devias deixar de ver novelas ...
Quando te lembras perfeitamente de um personagem de uma novela de quando nem dez anos tinhas. A novela em questão era a "Indomada" de 1997 e o personagem era o Cadeirudo. Quem não se lembra desse suposto violador de noites de lua cheia?



HELL(n)O Candy nas redes sociais

É isso mesmo.
Chegou finalmente a altura de partilhar com vossas excelências a existência da página do blogue no Twitter e no Facebook (basta clicarem aqui que vão lá dar).
A página do facebook foi criada logo no momento em que o próprio blogue nasceu mas depois de meses e meses, lá chegou finalmente à fase da sua publicação.
O Twitter foi criado na semana passada (estava a morrer de tédio) com o intuito de perceber realmente a funcionalidade daquilo. É engraçado. Mas o facto do Matt Bomer ter twitter mas nunca lá ter escrito nada, deixa-me verdadeiramente triste.

Agora já sabem! Ali na barra lateral encontram os acessos permanentes às minhas páginas. Se quiserem seguir ou dar uma espreitadela, estão à vontade ;)

Noite mal dormida

Mal entrei em casa na tarde passada, deparei-me com a chegada de uma maldita alergia.
Frequentes na minha vida, olhei para a pequena Mia e percebi que a culpa era de todo aquele pêlo fofo e conformei-me com os espirros e afins que me atormentam num momento como aquele.
Na hora de dormir piorei bastante. Olhos inchados, nariz inchado, lenços de papel espalhados por todo o lado e sem conseguir dormir (obrigada Matt Bomer pela companhia).
Quando finalmente o sono vem, os mosquitos decidem vir com ele ... foi giro. Em pouco tempo parecia ter apanhado varicela e todo aquele cenário de manchas vermelhas a rematar com a alergia, faziam da noite passada uma das piores dos últimos tempos.
Por volta das 7 da manhã ainda me levantei para tentar matar os mosquitos. Sobreviveu um filho da mãe para continuar a atormentar-me. Felizmente, a mãe tem Raid! Agora, quando chegar a casa ao fim do dia, vou encontrá-lo morto e já só vou ter de me preocupar com as minhas alergias!

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Juro que estou viva!

Olá pessoas! Escrevo-vos diretamente de Aljezur.
Acabei por vir para cá na sexta à noite e como onde estou a dormir não há internet, é raro ter a hipótese de me ligar ao mundo. Hoje estou a roubar a internet de um café próximo do trabalho da minha mãe e por isso aproveito para dizer que está tudo bem comigo e que até já tenho três pares de sapatos novos.

Cheguei na sexta já bem tarde e sábado andei às voltinhas com o meu pai. Ontem foi dia de ir à FATACIL com a família (o meu passeio de verão favorito), mas os efeitos da crise já se notam bastante naquela que é a maior feira do Algarve. Grande parte dos stands tinham desaparecido e alguns estavam vazios.
Até quinta feira continuarei por casa a matar saudades da família, depois vou para a minha noite favorita do ano e sexta regresso a Faro onde finalmente encontro o meu queridinho novamente.
Beijinhos **

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

E....

O bloguinho já passou das 4000 visualizações.
Podíamos fazer uma festa para celebrar mas o "tio" Lorenzo diz que não podemos gastar dinheiro em épocas de crise (com exceção do dia de aniversário dele).
Sendo assim, vou voltar a enroscar-me no lençol na esperança que a minha enorme dor de cabeça vá atormentar outra pessoa.
Btw, estou aqui a tentar decidir-me se vou para casa dos meus pais hoje ou só segunda. Caso sintam a minha ausência, é mesmo porque fui para a ponta fresquinha do Algarve.
Beijos e cenas*

Wtf,,,

Se o Ben Affleck é o novo Batman, então eu vou ser escolhida para um remake de Gossip Girl no papel de Blair Waldorf.


#ÉmuitoamoraoChristianBale

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Sobre as Festas de Verão

Se há coisa que parece alegrar quem vem de férias para o Algarve e os próprios algarvios, são as festas "da moda": ele é Manta, ele é NoSolo, Meo(s), Bliss e mais um ou outro. A mim não me agradam nada.
Na terça à noite, decidi sucumbir aos desejos da minha colega de casa e lá fomos sair. Como ela pertence a esse grupo de algarvios que A-DO-RA as festas de verão, lá nos tivemos de arranjar todas (acho que se eu quisesse ir de All Star ou ela me matava ou os seguranças das discotecas pensavam que eu era mentalmente perturbada), e em seguida começámos a nossa viagem.
1º lugar: Meo Spot da Quinta do Lago. Como a R. trabalha lá aos fins de semana, acabamos por não gastar dinheiro. E ainda bem. Estas festas "flash" são uma coisa estupidamente cara e não são claramente para os meus bolsos. O espaço em si até nem é mau: com dois pisos, todo branco e com três bares. A música era um verdadeiro terror: música comercial remixada. Além da música não ser grande espingarda, estava muito pouca gente (se calhar era culpa do dj ou do Steve Aoki no Meo de Portimão).
2º lugar: Bliss. Graças aos contactos da R., não tivemos consumo mínimo mas confesso que tive um pequeno ataque cardíaco quando vi que o preço de um Redbull era APENAS 5€. E uma água a 4€? Oh meus amigos, com 4€ compro uma ou duas paletes de água no Pingo Doce e sou feliz! Ou sou eu que sou miseravelmente pobre, ou então nem sei. Com duas pistas e um espaço enorme (uma ao ar livre e outra num espaço fechado), estava cheio até não caber lá mais ninguém (para mim, um tanto que sufocante). O espaço era sem dúvida mais bonito que o da discoteca anterior mas a música era igualmente terrível (até que os djs convidados se foram embora... depois começou a dar brasileirada e senti-me num arraial de betos) e haviam foguetes e papelinhos nas supostas partes bru-tais das músicas, o que achei um tanto azeiteiro (mas a R. dizia que era brutal). O ambiente era maioritariamente de gente snob e ainda hoje me pergunto como é que aquelas tipas aguentam uma noite inteira com sapatos estupidamente altos sem torcer um pézinho, e ainda fazem ar de que estão super confortáveis - quero beber o mesmo que elas.

A conclusão que tiro daqui é que realmente não são festas para mim.

Deu-me umas saudades do Duna Beach em Lagos onde a música é do meu género, é só gente amiga e conhecida e ... sinto-me em casa. Preciso lá ir!



terça-feira, 20 de agosto de 2013

Diários

Quem nunca teve?
Hoje precisei de uma mochila para ir à praia e ao abri-la, encontrei-os: vários cadernos coloridos com bonecos, riscas e bolinhas. Confidentes dos meus segredos de anos.
Apercebi-me que escrevi até ao fim do meu segundo ano em Faro e depois nunca mais. Ficou a vontade.
Ao reler a minha vida de anos, ri muito, chorei, pensei mil vezes em como fui uma adolescente ingénua e no quanto amadureci nos anos que se passaram.
Muito do que ali escrevi eram lembranças vagas que raramente surgem na minha mente, outras que nem me lembrava, e ainda umas outras que só de olhar para a data começava a sorrir pois sabia exatamente o que vinha dali.
O verão deixa-me sempre nostálgica e é inevitável não chegar a Lagos e pensar nos três anos maravilhosos anos em que lá estudei. No domingo passado reencontrei uma das minhas grandes amigas do secundário que vive agora em Londres e foi delicioso revermos a nossa vida juntas: os almoços e lanches, as saídas, as noites em que dormíamos juntas, entre tantas outras coisas. E ao ler hoje os diários do meu secundário, vejo que o meu amor pelos meus amigos da época não mudou: é tão verdadeiro como quando os nossos dias eram passados juntos.
Gostava tanto de por um dia repetir os melhores momentos de tudo o que já vivi!


sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Sexta Feira

Já fiz os meus afazeres domésticos e entretanto fui às compras. Digamos que trouxe um vestido LINDO da Zara (paz à alma da dona do grupo que morreu ontem) e uma t-shirt super amorosa.
Dentro de momentos terei de me ir pôr linda e loira porque mais logo irei acompanhar o meu pai à Festa do Pontal. Depois disso, irei a casa dos meus pais dormir e amanhã vou para Lagos. Uma das minhas amigas do secundário faz anos e por isso, temos de comemorar em grande.
Estes meus passeios de fim de semana fazem com que não esteja pelo blogue pelo menos até domingo à noite. Ver se levo a máquina fotográfica para depois vos mostrar o que aconteceu de interessante.

Beijinhos e bom fim de semana :)

White Collar

De tanto ouvir falar bem da série e de tanto suspiro que já dei a olhar para o Matt Bomer, achei por bem começar a ver White Collar.


Bem, deixem-me lá começar a ver a série e depois logo vos conto se vale ou não a pena.

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Por um fio

O meu Vaio, está a falecer aos poucos.
Não me sinto preparada para perdê-lo.
Mas se calhar a verdade é que ele já pede a reforma e eu quero obrigá-lo a trabalhar. Parece-me que está na altura de arranjar um substituto.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Problem Solved!

Isto quer dizer que já não há quadro a disparar nem coisas assustadoras por aqui.
O problema era com uma tomada cujos cabos que vivem lá dentro. Parece que se cansaram um do outro e entraram em curto circuito... poderia comparar-se ao fim de uma relação.
Cabos trocados, um buraco na parede, tomadas todas encaixadas e esta casa (parece) voltar ao normal.

Will see!


É tipo isto.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Diários de uma dona de casa #5

Já devem ter reparado na minha ausência nestes últimos dias. Não, não fui raptada para uma ilha cheia de festas e também não ganhei o euromilhões.
Como vocês devem saber, sou uma pessoa cheia de sorte. Desta vez foi a eletricidade da casa que decidiu pregar-me uma partida e por isso, não posso usar nenhuma tomada fora da cozinha pois se o fizer, o quadro dispara e deixa tudo de funcionar.
Como o Vaio é velhinho, já não aguenta muito tempo ligado e por isso, quando quero ir à internet, preciso ir para a cozinha, o que me aborrece um bocadinho.
Os azares batem-me todos à porta, é um facto.

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

O meu primeiro cabelo branco.

Pensava que não ia ter nada disso até aos meus 50 anos.
Mas hoje foi o dia em que tudo mudou: o primo de um amigo meu viu, a um metro de distância que tenho um cabelo branco. COMO É QUE ISTO FOI ACONTECER?!
Não é suposto!
Tenho de ir pintar o cabelo JÁ!

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

O meu dia...

Está a correr tão bem, que até o Spotify decidiu armar-se em sacana.
Quem me dera ser rica para ir descarregar a minha frustração em compras...

#nãodápraglorificardepé

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Não sei o que se passa neste mundo...

Acordei como de costume com o despertador. Como tinha frio, deixei-me ficar por mais uns instantes na cama ainda que sem conseguir decifrar muito do que se passava na rua.
Os sons que ouvia eram de vozes de homem. Mas não eram vozes afáveis, era gente a discutir. Ainda achei que estava num qualquer transe entre sono e realidade.
"Ajudem! Ajudem!"
Ao ouvir isto, percebi que realmente o que ouvia vinha da rua... mas não percebia de onde. Às tantas corri para a janela da marquise e abri-a devagarinho para que ninguém me visse (estava um bocado naquela), e aí vi o que se passava. Ainda que a medo e com os olhos meio enevoados das horas de sono, vi uma cena triste e que não é boa para ninguém (muito menos ao acordar em que ainda estou muito sensível). Sem ver caras porque mexiam-se feitos loucos, vi dois homens a bater num. Esse que levou, estava cheio de sangue na cabeça e em toda a roupa. Não sei o que o homem fez para que aquilo tivesse acontecido, mas os sacanas que lhe bateram deixaram o homem num "oito" (como se costuma dizer).
Um deles, pelo que percebi, parou o carro aqui na estrada, bateu no homem e foi embora (coisa de Homem, não haja dúvida). Havia já uma fila enorme de carros atrás, e creio que com receio da polícia acabou por ir embora. O outro, nem percebi para onde foi.
Voltei para o quarto meio atordoada com aquela cena. Fui novamente espreitar. Estavam aproximadamente umas 15 pessoas lá fora de roda do homem que entretanto se encostou à porta do meu prédio. Havia uma senhora que só pedia calma (deve ter sido uma santa em ajudar o homem).
Em seguida, chegou uma ambulância. Não voltei a ver o estado do homem pois quando olhei novamente, já estavam a fechar a ambulância. Vi a tal senhora a falar com a polícia. Espero que aqueles que bateram neste homem, levem uma tareia como esta.
Ninguém devia bater em ninguém. Nem por ódios enormes, nem coisa que o valha. Não sei realmente o que se passou e provavelmente nunca saberei. Só sei, que é assustador abrir os olhos e ver uma cena destas mesmo à porta do meu prédio e que durante um tempo as gotas de sangue não vão sair do passeio e vou lembrar-me disto sempre que olhar para o chão da minha rua.

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Vacas e afins

Adoro miúdas que metem fotos semi nuas com as amigas no FB, cuja descrição é: "com o gado todo". E depois sentem-se ofendidas porque toda a gente lhes chama coisas feias. Pra'mordedeus!

Olá Valete!

- O meu nome é Vanessa.


Clássicos do Manel x)

Hoje acordei tão gata...

Que quando ia para falar, miei.

Agora a sério? Não dormi grande coisa. Devo estar a sentir falta da minha cama em Lagos, dos amigos e da Somersby (a minha nova bff).
Mais logo já faço um post bonitinho sobre estes dias que estive ausente.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Olá MUNDO!

Estou de volta.
Cansada, sem voz e com uma dor na coluna que mete medo. Mas Lagos é Lagos e ficar a dormir é para os fracos!
Bem, agora que estou de volta este blog vai (supostamente) voltar a ser o que era.

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Segunda Feira

Diz que é na segunda que volto a ter internet.
Até lá, divirtam-se!

Vou estar ausente ...

Não sei por quantos dias.
Hoje mudo de casa e tenho de esperar que o senhores vão lá ligar o MEO e como também vou passar uns dias a Lagos, não devo aparecer por aqui.
Vou sentir saudades do meu canto mas também preciso de umas mini férias.
Beijinhos e morram de saudades minhas!

"Cólica não é de Jesus"

Não é de Jesus e também não devia ser minha.

Uma noite demasiado quente




segunda-feira, 29 de julho de 2013

Sinais a mais

Não fosse eu uma pessoa cheia de sinais, cheia de medo de cancro da pele ... ainda me metem uma dermatologista na SIC a mostrar os sinais de um cancro da pele ... e eu entrei em pânico!
Mããããe, preciso ir ao dermatologista!!!

Mudar de casa #3

Já são poucas as coisas que ainda tenho nesta casa.
Esta, foi sem dúvida a casa mais fofinha em que vivi até hoje e não posso esquecer todos os momentos bons que aqui passei ... nem os maus. Vou ter saudades dos sofás azuis, da cama super confortável e dos pinguins que vivem na casa de banho.
Mudar de casa é chato. E eu que já tantas vezes mudei, sinto-me cansada só de olhar para tudo o que ainda tem de ser mudado e para tudo o que ainda tem de ser arrumado.
Está a ser a mudança que mais me custou de todas, sem dúvida alguma. Não me apetecia sinceramente passar por todo este processo de mudança novamente e o facto de ainda nem sequer ter a chave da nova casa ainda complica mais porque tenho de depender dos horários malucos da minha futura colega de casa quando quero lá ir.
O ano letivo que agora chegou ao fim foi o mais cansativo de sempre e por isso preciso de descanso e de não ter pessoas a chatear. Contudo, não tenho tido sorte.
Espero que após a mudança e de uns dias em Lagos, regresse a Faro com as baterias recarregadas e com muita, muita paciência para o que aí vem.

Entradas e saídas - check!

Acabou a clausura!
O senhor foi o santo e já posso entrar e sair sem problema. Agora a porta está um brinco e a chave desliza que é uma alegria!
Bem, deixai-me dormir mais um pouco e mais logo continuo a saga da arrumação.

O Salvador chegou!

Pois é, o senhor tardou mas chegou cedo. Eram 9h05 já a senhoria me estava a ligar para avisar que o senhor estava a chegar. Agora, resta-me rezar para que seja só tirar a chave de dentro da fechadura.

sábado, 27 de julho de 2013

Prisioneira na minha própria casa

Existem pessoas com sorte. Existem pessoas toscas. Existem pessoas com azares. E depois de tudo isto, existo eu.
Ontem andava eu aqui nas minhas aventuras de mudança de casa quando o pior aconteceu: a minha chave de casa (onde ainda vivo) partiu-se! Por culpa das obras que começaram em Janeiro aqui no prédio (e que só terminaram esta semana), todo o prédio estava cheio de pó. As fechaduras não eram exceção e tornou-se um pesadelo conseguir entrar em casa. Vezes sem conta tive de suplicar que o queridinho ou as outras pessoas que aqui moram me fossem abrir a porta porque era impossível abri-la do lado de fora.
Ontem, quando subi ao meu terceiro andar (65 degraus depois) e fui para abrir a porta, não dava. Tentei, tentei... liguei até ao queridinho que estava a guardar as malas na rua a dizer-lhe que não conseguia abrir a porta e ele incentivou-me a empurrá-la. Eu que confio nele plenamente, tentei e nada. E porque não usar força bruta? Estraguei tudo! Dei um murro na chave e nisto ouvi o som de chaves a cair no chão. Pensei que a chave tinha caído com o impacto. E realmente caiu ... mas só metade!
Depois do drama "devemos ligar para os bombeiros", "temos de avisar a senhoria" ... o queridinho lá nos salvou e conseguimos abrir a porta. O problema é que metade da chave continua dentro da fechadura e só na segunda feira é que vem cá um senhor arranjar a porta.
O que é que podemos concluir? Que eu não posso sair de casa até que o senhor me salve!
Portanto até lá, ficarei por casa a morrer de tédio. Ainda por cima o queridinho já foi para a ilha (quer dizer, está à espera que o avião arranque) e eu estou aqui: prisioneira e de coração apertado.

Sábado

Quem diz que acordar a um sábado antes das 10 da manhã é bom ... não sabe o que diz. Além disso, o motivo pelo qual me levantei "de madrugada" não é do meu agrado: o queridinho vai embora daqui a nada e agora só há beijinhos e abracinhos em Setembro.
Aguenta coração!

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Manifesto, o meu novo melhor amigo.


E era este o motivo pelo qual tinha de ir ao Fórum Algarve.

Chama-se Manifesto, é da Yves Saint Laurent e é a minha nova aquisição do mundo dos perfumes. É definitivamente o meu género e foi amor à primeira vista. Experimentei vários mas este (que foi o primeiro), mostrou que era o verdadeiro merecedor da minha companhia.
Obrigada à menina da Perfumes e Companhia que foi uma fofa!

Boas Notícias

Acordar de manhã, vir à internet e ter um email que lá dentro trás uma boa notícia mas que tu ainda não sabes, é coisa para te dar um mini ataque de nervos! A boa notícia estava lá, o coração acalmou, mas apareceu uma dor de cabeça para estragar tudo.

Deusa que mora dentro de mim, não me faças isso que os medicamentos já estão na casa nova e eu tenho de continuar as mudanças| Além disso, preciso ir ao Fórum Algarve hoje!

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Mudar de casa #2

Hoje foi dia de levar mais umas coisinhas... mas ainda falta tanto!
O melhor de fazer mudanças? Descobrir a quantidade absurda de sapatos que tenho.
O pior? Não ter espaço para tudo na nova casa. O que é bastante estranho tendo em conta que o quarto (ainda atual), é bem mais pequeno.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Mudar de casa #1

Que comece a saga!
Deus da multiplicação: dá-me mais uns braços e muita força nas pernas!

terça-feira, 23 de julho de 2013

TVI

É impressão minha ou o novo programa "Ok Ko" é uma versão piorada (com Crocs e tudo) do "Salve-se quem Puder" que fez sucesso na Sic?
Até a ideia do comediante e da menina bonita como apresentadores copiaram.

Fraquinhos....

Promessa Prometida #1

"Prometo levar-te a uma praia que fica não sei onde para veres tartarugas-bebé a irem para o mar todas desengonçadas"


Azares da vida

Eu tenho um problema: não há m*rda com que eu não encalhe!
Como sou muito branca fico com nódoas negras facilmente e o dia de ontem e hoje deixaram-me mesmo linda.
Ontem, como dona de casa que sou, estava sentadinha na mesa da cozinha a descascar batatas. Até aí tudo bem. O drama deu-se quando me levantei à bruta sem me chegar para trás e agora cá estou com uma linda nódoa negra na perna, mesmo por baixo de onde todos os calções que uso ficam. Tem quatro dedos de largura e uns dois de altura. Estou aqui que é um espanto e esta porcaria dói sempre que os calções vão lá roçar.
Já hoje, o pc (este coitado também está em todas), caiu-me num pé. Como podem imaginar ... está toda uma beleza extrema neste meu pé que se encontra maior que o habitual.


#VOUTOMARBANHOEMSALGROSSO

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Já nasceu!

E é isso.
Diz que é hoje que nasce o filho da Kate e do Princípe. Deve estar tudo louco lá para o Reino Unido.
Que o parto seja rápido. Isto porque na minha mente, as dores de parto são a coisa mais dolorosa do universo.
E que seja menino ou menina ... o que importa é ter saúde e que tenha ou parecenças com a mãe ou com a avó.

domingo, 21 de julho de 2013

Um dia...

Teresa Guilherme saberá dizer "Big Brother".

#FéEmDeus

Séries

Mais um domingo em casa.
A verdade é que com tudo o que (ainda) tenho de estudar, sair de casa está completamente fora dos meus planos (a não ser que tenha de ir ao supermercado fazer uma compra de última hora no supermercado).
Durante o zapping habitual para encontrar algo para me acompanhar no estudo, parei no canal que está a transmitir a quarta temporada do Glee. Eu costumava ver no inverno mas parei lá para o 19º episódio e já que hoje isto vai bombar Glee o dia inteiro, vou aproveitar para terminar a temporada.
Nunca foi uma das minhas séries de culto, como o Gossip Girl (que é na minha opinião a série da minha vida), mas gosto de ver.
Como é verão e a maioria das séries estão paradas, a televisão é a minha grande companhia e a série "Tudo Acaba Bem" é sem dúvida a minha companhia (e a do queridinho também) de segunda a sexta.
Uma série que realmente quero começar a ver é a Revenge. Toda a gente me fala super bem da mesma e por isso, acho que vou mesmo partir para a visualização dessa saga num futuro próximo.
Em época de séries, sigo Modern Family, The Big Bang Theory, Once Upon a Time, How I met Your Mother, American Horror Story, Pretty Little Liars (que anda um bocadinho esquecida), 2 Broke Girls e... Simpsons e Family Guy. Não há nada melhor que ver um episódio de uma das minhas séries antes de dormir.

Tinha falado aqui em falar sobre filmes, mas tendo em conta que esta semana quando reparei já era sábado e nas minhas férias terei um acesso à internet bastante reduzido, penso em deixar a minha "crítica cinematográfica" para Setembro.

sábado, 20 de julho de 2013

Sábado

É assim que me sinto hoje. Não me apetece sair do sofá nem por nada mas o estudo chama por mim.
Nunca gostei muito de férias mas este ano só quero que chegue dia 1 de Agosto para fazer a malinha e ir passar uns dias com os meus amigos.
As férias estão minimamente planeadas mas antes de respirar de alívio por entrar de férias, ainda tenho de mudar de casa: o verdadeiro martírio!
A partir de agora, a única coisa aborrecida das férias será o facto de estar longe do meu queridinho.

Sic Radical

És uma fixe por transmitires o SBSR.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Oh filha!

"Corte-me aí umas 7 ou 8 ou 10 fatias desse chourição." - gostei da ausência do número nove nestas contas na charcutaria.



ADORO IR AO SUPERMERCADO!

Concentração Motard

Brrrlop, Brrrrrr...
Basicamente, o som de fundo da cidade de Faro este fim de semana são as motas que por aqui passam.
As ruas e a praia enchem-se de motas e coletes de cabedal. São consumidos mais litros de cerveja nestes dias que na Semana Académica inteira e está tudo em festa.
Nunca tive a oportunidade de ir à Concentração e também não vai ser este ano (maldito estudo!), mas gostava de pelo menos uma vez na vida fingir-me de motard sem mota (nem colete) e ir beber umas cervejinhas com aqueles senhores barrigudos que tão felizes andam durante estes dias.
Por muito que goste do Continente, tenho a dizer que o bacaninho dos novos cartazes me assusta.
É uma pena não conseguir encontrar a imagem do senhor para perceberem o que digo.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

3000

Pois é pessoas, o blog já ultrapassou as 3000 visualizações!
Ver isto a crescer deixa-me muito feliz e só tenho de vos agradecer por isso. Vocês que moram aí não sei onde, são uns queridinhos.

Obrigada tssssá?

Músicas um tanto deprimentes #4


Chega então o dia que vos mostro Jorge Martinez. O apelido podia muito bem dar nome ao um stand de automóveis em segunda-mão de beira de estrada (que desconfio ter sido o sítio onde o artista foi buscar o CARRÃO utilizado no vídeo).

Este vídeo tem vários elementos perturbadores, mas o que mais me afeta é o local. ISTO É NA MINHA TERRA! Quando tentei ver isto uma primeira vez, fechei de imediato mal me apercebi que era no Monte Clérigo. Com tanto sítio capaz de fazer jus à música, porque é que o Martinez tinha de parar ali? Ninguém merece.
Na descrição no Youtube lemos: "Silêncio, é uma bela e comovente história que retrata o amor em todo o seu esplendor." - acreditem em mim, não é nada comovente e amor deste acho que ninguém quer.
O artista tem um ar de pintas que é qualquer coisa. O cabelo, a sua tentativa de ser sensual, o vestuário ... tudo nele é mau que se farta. A senhora que aparece ... não tenho comentários sequer. Tomem atenção ao 1.34 minutos. É inevitável que uma pessoa não se sinta perturbada.
Este vídeo tem tudo: labaredas, uma banheira com leite numa casa abandonada, areia, foguetes, pó, um escadote, e tantas outras coisas...

"Esta espinha encravada sem razão" - é profundo meus senhores, muito profundo.


Não me posso despedir sem antes avisar de que também existe a versão espanhola da música. Portanto, se esta aqui não vos chegar, procurem a versão na língua de Cervantes que também deve ser bastante interessante.

Um apontamento final: Miguel, por tantas vezes pedires, este meu post é dedicado à tua pessoa.


  

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Signos e afins

Acreditam?
É um assunto que realmente considero não ter uma resposta. Não digo que acredito e que leio religiosamente o meu signo para saber como está a minha saúde ou coisa que o valha, mas tal como eu, acredito que centenas de pessoas quando vão ao café e folheiam o jornal, percam uns segundinhos a ler o que a Sô Dona Maya diz.
Ele é signo, é ascendente, é signo lunar, é influência da Lua no não sei o quê. Características de cada signo que podem ou não bater com o perfil da pessoa... há para todos os gostos.
Este post vem a propósito de um mail que recebi cujo título era: "receba já o seu mini mapa astral". Amigos que mandam essas coisas para meio mundo, não vale a pena perderem tempo comigo. A sério.
O que me assusta neste mundo de signos e astrologia, é o facto de existirem mesmo pessoas que pagam a cartomantes, tarólogas, etc., na esperança de saber se vão encontrar o amor ou se vão ficar ricas. Na maioria dos casos, é tudo uma bela banhada e a única coisa que acontece, é a pessoa ficar uns 70€ mais pobre porque achou que ir "à bruxa" é que lhe trazia solução para os seus males.
Já me leram as cartas. Uma das colegas de casa que já tive sabia ler e de quando a quando lá nos divertíamos com aquilo. Acertou em algumas coisas, outras nem por isso.
Uma outra amiga minha foi a uma cartomante (acho que era isso que a senhora era), e realmente aquela senhora ou tinha feito uma grande pesquisa sobre a vida da minha amiga, ou as cartas dela eram mesmo boas. A mulher sabia tudo do passado dela e olhem que tendo em conta que isto foi em 2006 por aí, tudo o que ela me contou, já aconteceu.
Se calhar, existem pessoas que são mesmo boas nisto e outras que são apenas charlatonas que pretendem "roubar" dinheiro a terceiros com falsas promessas e conversa da treta.

Bem, se quiserem deixar aqui a vossa opinião, já sabem!

Oi

Juro que estou viva e bem de saúde. O grande motivo da minha ausência deve-se a ter esquecido o carregador do Vaio em casa e agora ter de usar o pc mínimo (mããããe, manda-me o carregadoooor). Como detesto usá-lo porque não vejo nada de jeito, acabo por deixar o blog abandonado.
O fim de semana no campo foi muito bom e nem o tempo cinzento nos impediu de ir para a piscina.

E basicamente por agora é isto. Beijos à prima.

sábado, 13 de julho de 2013

It S*cks!

É que nem sequer está tempo para ir à piscina! Irra! Que pontariazinha a minha!

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Alterações na agenda

Pois é pessoas, tinha falado aqui em começar uma crónica/crítica cinematográfica hoje mas não vai acontecer.
Não é por mal, mas vou este fim de semana a casa e nem sequer estou a pensar em levar o computador comigo. Quero mesmo é aproveitar para descansar e ir à piscina. O queridinho vai comigo e por isso espero um fim de semana de comidinha da mamã e muito amor!

Bom fim de semana a todos que por aqui passam e (penso que) até domingo!

quinta-feira, 11 de julho de 2013

E porque não ...

Fazer semanalmente um momento de crítica cinematográfica? Será provavelmente muito (pouco) séria.
Como gosto imenso de ver filmes, acho que é uma boa ideia para animar aqui o antro.

Fica assim combinado. Todas as sextas, será dia desta "crónica" (se é que lhe posso chamar assim). Depois logo lhe arranjo um nome mais ou menos querido para abrilhantar o momento.

Músicas um tanto deprimentes #3




Jamais poderia deixar este senhor passar em branco no meu blog.
Nel Monteiro é um verdadeiro rei/pai/boss da música pimba/popular/whateverzzz e este seu "Azar na Praia" é todo um clássico. Lembrei-me de partilhar este hit ao ver Nel Monteiro no 5 Para a Meia Noite e fiquei a saber que realmente o senhor e uma amiga foram mesmo protagonistas deste momento menos bom que teve direito a "marmelinhos quase de fora".
E reparem bem na imagem do vídeo. A quantidade de pêlos que o senhor apresenta no peito demonstra uma proximidade familiar a Tony Ramos (esse grande Macaco Adriano das novelas brasileiras).
A permanente que certamente estava na moda e o Nosso Senhor na cruz em tamanho XL, são marcas do verdadeiro português. Sendo Nel um rei, pode usar o que quiser que a gente bate palminhas.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Fatias Douradas

As fatias douradas foram o pitéu da noite. Por volta da meia noite (ou um bocadinho antes ou depois) eu e o queridinho somos invadidos por desejos. Normalmente ou comemos gelado ou fruta, mas eu estou prestes a ter uma overdose de cornetos de morango (porque não há de natas) e a fruta que compramos ontem no supermercado estava toda estupidamente verde (eu que sou uma profissional da escolha da fruta levei a maior banhada de três meloas).
Quando começou a hora do desejo, ninguém se quis levantar para ir comprar gelados e por isso tivemos de inventar algo dentro de casa para nos consolar. A escolha recaiu sobre as fatias douradas e souberam-me às da minha mãe. MENTIRA! Mas estavam muito boas. Obrigada a mim por todo o meu talento a partir ovos e obrigada ao queridinho que tem todo um talento em enfiar pão em ovo e que só se queima às vezes na frigideira.